Porto das Barcas é um ponto turístico da cidade piauiense de Parnaíba e o marco da expansão urbana da cidade.

A cidade, quando passou à categoria de vila (era chamada de Vila de São João da Parnaíba), tinha como sede o povoado Testa Branca. Em seguida, a região que compreendia o Porto das Barcas tornou-se sede da pequena vila da Parnaíba.

Localizado aos pés da ponte que liga o continente à Ilha Grande de Santa Isabel, às margens do rio Igaraçu. O Porto das Barcas está ligado à história de Parnaíba, já foi um porto fluvial e a principal porta de entrada de manufaturados da Europa e da exportação de charquebabaçu e o apogeu do ciclo da cera de carnaúba. O local já foi destaque mundial na época das navegações a vapor, recebendo embarcações principalmente da Inglaterra e Portugal.

Atualmente como ponto turístico é dotado de toda uma estrutura local, como agências, pousada, posto de polícia, estacionamento, bares e restaurantes. Ambiente rústico, ruas estreitas, prédios históricos é um bom lugar para adquirir artesanato regional.

Reforma do complexo Porto das Barcas Setembro de 2021

MUSEU DO MAR É INAUGURADO NO PORTO DAS BARCAS

O centro histórico de Parnaíba, litoral do Piauí, ganhou mais uma atração turística e cultural. O Museu do Mar foi inaugurado nessa sexta-feira (02/08/2021) e está aberto para visitação seguindo todos os protocolos sanitários da Covid-19. O espaço cultural localizado no Porto das Barcas destaca as riquezas do Delta do Parnaíba, o terceiro maior delta do mundo e o único das Américas que desagua em mar aberto. Durante a visita, o público poderá ver, entre outras atrações, a ossada de um peixe-boi, o esqueleto de uma baleia cachalote e barcos em tamanho real.

A Equatorial Piauí patrocinou o projeto de museografia do Museu do Mar, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com o valor de meio milhão de reais. O recurso foi investido na aquisição de parte do acervo, compra de mobiliário e programação visual do espaço. “Abraçar iniciativas culturais como essa reforça o compromisso da Equatorial Piauí de contribuir com o desenvolvimento do estado. Entendemos que nosso papel vai além de distribuir energia com qualidade aos piauienses. E o resultado é esse museu moderno, que reúne toda riqueza do Delta do Parnaíba”, afirma Joaquim Milhomem, gerente de relacionamento da distribuidora.

O Museu do Mar conta também com teatro, biblioteca, espaços para apresentações artísticas, café e exposições. Os ingressos para visitação custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). “No museu tem salas interativas que contam a história, fé e religião dos pescadores”, declara Fábio Novo, secretário de estado da cultura do Piauí.

O Museu do Mar, no século XIX, foi um antigo armazém portuário e vai oferecer aos visitantes um passeio histórico por ruas estreitas, becos e vielas, contemplando uma arquitetura neoclássica. As edificações são em pedra reajuntadas com pó de ostras e óleo de baleia, preservados há quase 300 anos. A região foi um grande centro comercial, que viveu os ciclos do charque e da carnaúba, quando recebeu vapores e embarcações da Europa.

Confira os horários de visitação:

Terça, quarta e quinta: 09h às 20h

Sexta: 09 às 22h

Sábado e domingo: 12h às 21h









LOJAS DE ARTESANATO LOCAL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here